quinta-feira, junho 7

Edwar da Silva e F. W. Cosens


Edward da Silva

Era filho de John da Silva e neto de Bruno da Silva (fal. em 1850). Seu avô, casado com uma Inglesa, estabeleceu-se em Londres com uma firma de importação de Vinho do Porto em finais do século XVIII, pondo fim ao monopólio até então praticamente deitdo por mercadores Ingleses.

Com seu pai, John da Silva, continou o negócio fundado pelo avô, tendo em 1862 formado uma sociedade, com um grande negociante de vinhos e importado de Sherry, Frederick William Cosens, adoptando a denominação - Silva & Cosens, a qual sob a sua direcção muito prosperou. Esta firma esteve na origem da firma DOW Port Wine Co., hoje integrada no grupo da família Symington.

Usou um ex-líbris heráldico cujas armas se desconhecem (NIF).


Frederick William Cosens (1819-1889), of The Shelleys, Lewes.

Foi um próspero mercador e negociante de vinhos e bibliófilo com um interesse especial pela literatura espanhola e pela obra de Charles Dickens. Com várias obras publicadas e traduções de literatura espanhola para Inglês, foi igualmente um ávido coleccionador de pintura e de gravuras Italianas e Espanholas. A sua extensa biblioteca foi vendida em leilão pela firma Sotheby’s em 1890.
Fundou uma firma, que alcançou grande renome, de importação de Sherry de Espanha para Glasgow tendo-se tornado sócio de John da Silva, um luso-britâncio, numa firma de importação de Vinho do Porto, que adoptou o nome de Silva & Cosens e que esteve na origem da famosa casa Dow Port Wine Co., ainda em actividade.

Usou um ex-líbris heráldico que nunca vimos referido na bibilografia portuguesa e que não está na coleccção Frank's: um timbre envolto num cinto coma legenda Sub Robore Virtus, do qual pende a insígnia de Comendador al mérito da Ordem de Carlos III, de Espanha.
Ignoramos se Frederick Cosens alhuma vez viveu ou visitou Portugal, mas sendo sócio de uma firma de exportação-importação de Vinho do Porto, podemos bem considerar o seu ex-líbris como sendo relacionado com Portugal.
Fontes: