segunda-feira, junho 11

Família Medlicott – Cabo Ruivo


 
Hoje revelamos um ex-líbris Britânico relacionado com Portugal e que reputamos inédito na bibliografia da especialidade.

O primeiro membro da família Medlicott, de origem Irlandesa, que se estabeleceu em Portugal, terá sido Edward Medlicott, que nasceu em Dublin em 14.02.1793 e, faleceu em Lisboa, em 14 de Março de 1874, filho de James Edward Medlicott, de Dunmurry, condado de Antrim, e de Miss Frances Brown Medlicott, que nasceu em 30.09.1805 e faleceu em Lisboa, em Abril de 1872. Ambos estão sepultados no Cemitério Britânico, em Lisboa.

Edward Medlicott pai veio para Lisboa em 1814 onde fundou uma firma comercial de exportação de vinhos, possuindo uma quinta em Cabo Ruivo, na freguesia dos Olivais, conhecida como a quinta Medlicott. Em In 1836 há notícia da existência de uma agência de navegação, denominada Messrs Finnie Medlicott & Co. Em 1859, Edward Medlicott, provavelmente o pai, era também dado como Administrador e sócio de uma Companhia de navegação denominada - The Union Mercantile Steam Navigation Company Lisbon Limited.

Em anúncio publicado no «The Economist», Londres, 26 de Março de 1859, informava-se: “This Company was formed in the early part of 1858 for the purpose of trading between Lisbon and Portuguese settlements on the West Coast of Africa and between Lisbon and the Azores and Lisbon and Algarve. The Directors consist of English and Portuguese merchants who have been long established in Lisbon and they together with their own personal friends are the principal holders of the stock of the Company. The floating stock at present consists of the following screw steamers built in England:- The Africa and Dom Pedro each of 1,000 tons register, and the Donna Estephania of 850 tons, employed in the African service; the Açoriano of 600 tons register, in the trade between Lisbon and the Azores; and the Tejo of 165 tons register, on the short service to Algarve. The Government of Portugal has granted to the Company various exclusive privileges as well as a bonus at starting together with annual subventions for the conveyance of the mails.”

Seu filho homónimo Edward Medlicott, que casou em Buenos Aires, em 1868,com Mary Waterson Smith, de origem Irlandesa, continuou os negócios do pai criando também uma firma, em 1868 - Messrs. Medlicott and Co. Lisbon, cujas acções eram maioritariamente detidas por membros da família.

Os filhos de Edward Medlicott terão abandonado Portugal em 1888, tendo ido viver para os EUA.

O ex-líbris com as armas Medlicott (Quarterly, per fesse indented gules and azure, 3 lions, rampant, argent) com virol e timbre e o motto - "Dat cura quietem", tem apenas inscrito o nome da família – Medlicott, pelo que poderá ter sido usado por membros da família, designadamente, por Edward Medlicott, pai e filho.

No entanto, no exemplar que possuímos, foram aditados à mão, o nome William por cima do apelido gravado e, a palavra Cabo Ruivo em baixo, referindo-se à localização da quinta.

Tratar-se-á decerto, de William Medlicott, provavelmente filho do primeiro Edward Medlicott, e que terá falecido em 1896.

Fontes:

Sundry Occurrences of the Name of Medlicott, Henry Edmondstone Medlicott: Record of Medlicott history up to 1938

The Illustrated London News, May 9, 1868

Advert at «The Economist», Vol XVII, London, 1860, March, 26, 1859

Find a Grave website