segunda-feira, dezembro 29

Ex-Líbris no YouTube

Julian Jordanov Site do Artista Julian Jordanov Colección de Ex Libris Yusuf Kenan ile Exlibris Çalışması

Congresso de Ex-Líbris FISAE - 2010, Istambul, Turquia

O próximo XXXIII Congresso Internacional de Ex-Líbris da FISAE – 2010, terá lugar em Istambul, Turquia, de 25-29 de Agosto. O Prof. Dr. Hasip Pektas, Presidente em exercício da FISAE e da Associação de Ex-Líbris de Istambul, bem como do recentemente criado Museu de Ex-Líbris de Istambul lidera a organização deste evento histórico.
O movimento ex-librístico na Turquia tem demonstrado um grande dinamismo nas últimas décadas, com inúmeros Artistas de Artes Gráficas a interessaram-se pela criação de ex-líbris e a participarem regularmente em Concursos Internacionais de Ex-Líbris e com um número crescente de coleccionadores entusiastas. Em 1997 foi criada a Associação de Ex-Líbris de Ankara, que ora se transferiu para Istambul sob nova denominação, tendo organizado 2 Concursos Internacionais de Ex-Líbris em Ankara (2003 e 2007) e Concursos de Ex-Líbris Desenhados em Computador para além de colaboração noutros eventos relacionados com as Artes Gráficas. O próximo Congresso Internacional de Ex-Líbris da FISAE será uma oportunidade para aprofundar a rica e secular Cultura Turca e para admirar a encantadora cidade de Istambul, repositório de séculos de história, antiga Constantinopla e Bizâncio, capital do Império Otomano e ponto de encontro entre o Ocidente Latino e o Oriente. Atenta a afluência de Congressistas nas últimas décadas nos Congressos que tiveram lugar na Europa, com destaque para os de Wels, na Áustria, em 2004 e em Nyon, na Suiça, em 2006, estamos certos que o próximo Congresso em Istambul não deixará de despertar grande interesse e de ter uma grande participação. Mais...

Prof. H. Pektas (CGD, 2006)
Links: Istanbul Ex Libris Museum - IMOGA Istanbul Museum of Graphic Arts.

Ex-Líbris na Argentina

P. Delfini (Arg)
A «Associação de Desenhadores da Argentina - ADA» publica uma revista on-line - «Sacapuntas» cujos objectivos são «…difundir la actualidad y la historia del dibujo, y generar un espacio de debate abierto a todos los integrantes de la comunidad gráfica. La revista está escrita y diseñada por miembros de ADA, y cuenta con la colaboración de profesionales del medio editorial y las artes visuales». No nº 17, de Setembro de 2008 (Descargar ZIP (8.8 Mb), Muriel Fraga publicou um interessante artigo sobre ex-líbris: Exlibris: la marca del libro profusamente ilustrado com ex-líbris de vários artistas incluindo Argentinos e com entrevistas a destacados coleccionadores como Benoit Junod. Trata-se sem dúvida de um importante contributo para a divulgação do ex-líbris junto do público Argentino e Latino-Americano pela mão de uma artista de artes gráficas. Com efeito, Muriel Frega é formada pelas Escolas Nacional de Bellas Artes Manuel Belgrano (1991) e Nacional de Bellas Artes Prilidiano Pueyrredón (Desenho e Gravura - 1994) e com uma postgraduação pela Escuela Superior de Bellas Artes Ernesto de la Cárcova (1996). Desde 1998 trabalha como ilustradora freelance. A sua obra gráfica inclui, desenho, ilustrações de livros, gravura e ex-líbris, expondo e participando, desde 1998, em vários Concursos Internacionais de Gravura e Ex-Líbris e tendo ganho vários prémios. Mais… O trabalho em prol da divulgação do exlibrismo na Argentina tem sido particularmente feito por artistas gráficos que se interessam também por ex-líbris, designadamente Osvaldo Jalil, Eva Farji, Marcela Miranda, Marcela Purita e pela Associação XYLON ARGENTINA. Um grupo de artistas resolveu assim criar em 2000, no seio da XYLON a Gente Amiga Del Ex-Libris (GADEL) a qual, em 2002, foi admitida como membro da F.I.S.A.E.

domingo, dezembro 28

Ex-Líbris no México

O México tem um a longa tradição no campo das Artes Gráficas desde os tempos coloniais. De acordo com Felipe Teixidor, na sua obra pioneira Ex libris y bibliotecas de México, publicada em 1931, foi no século XVII que apareceram na então Nova Espanha, os primeiros superlibris atestando a pertença dos livros às ricas Bibliotecas de Ordens Religiosas. Os ex-líbris do período colonial foram feitos basicamente por artistas locais e Teixidor recenseia no seu livro para cima de 60 ex-líbris, heráldicos e alegóricos ou figurativos.
Outro autor, Mercurio Lopez Casillas no seu excelente estudo Mexican Artistic Ex Libris of the 2oth Century situa o nascimento do interesse pelos ex-líbris no México no início do século XX com o primeiro ex-líbris «moderno» feito por Julio Ruelas em 1905.
Este autor sublinha ainda o papel desempenhado pela publicação de Ex Libris de Bibliofilos Mexicanos, em 1913, a que se seguiu três anos depois um Concurso de Ex-Líbris, bem como pela citada obra de Felipe Teixidor com mais de 500 ilustrações de ex-líbris, no desenvolvimento do ex-librismo no México.
Após um longo período de decadência e inactividade, à semelhança do que aconteceu noutros países, os poucos ex-libristas que resistiram mantendo a chama acesa, conseguiram, em 2000, a convite da FISAE, levar ao Congresso de Boston três colecções de ex-líbris mexicanos. A isso seguiu-se a publicação, em 2001, do livro de Selva Hernández Lopez & Mercurio Lopez Casillas, Ex libris Mexicanos, Artistas del siglo XX pela editorial RM.
Finalmente, todo este esforço conduziu à oficialização da Associação Mexicana de Ex-Líbris (Asociación Mexicana de Ex Libris ) em 2004 e ao lançamento de um Portal na Net - - MEXLIBRIS (em Espanhol) e à organização em conjunto com a American Society of Bookplate Collectors & Designers do I Congresso Inter Americano de Ex-Líbris (First Inter American Ex Libris Congress, San Miguel 2009), em 25-28 de Fevereiro de 2009, em San Miguel de Allende, Guanajuato, México.
A Asociación Mexicana de Ex Libris está de parabéns por estas iniciativas.