domingo, dezembro 28

Ex-Líbris no México

O México tem um a longa tradição no campo das Artes Gráficas desde os tempos coloniais. De acordo com Felipe Teixidor, na sua obra pioneira Ex libris y bibliotecas de México, publicada em 1931, foi no século XVII que apareceram na então Nova Espanha, os primeiros superlibris atestando a pertença dos livros às ricas Bibliotecas de Ordens Religiosas. Os ex-líbris do período colonial foram feitos basicamente por artistas locais e Teixidor recenseia no seu livro para cima de 60 ex-líbris, heráldicos e alegóricos ou figurativos.
Outro autor, Mercurio Lopez Casillas no seu excelente estudo Mexican Artistic Ex Libris of the 2oth Century situa o nascimento do interesse pelos ex-líbris no México no início do século XX com o primeiro ex-líbris «moderno» feito por Julio Ruelas em 1905.
Este autor sublinha ainda o papel desempenhado pela publicação de Ex Libris de Bibliofilos Mexicanos, em 1913, a que se seguiu três anos depois um Concurso de Ex-Líbris, bem como pela citada obra de Felipe Teixidor com mais de 500 ilustrações de ex-líbris, no desenvolvimento do ex-librismo no México.
Após um longo período de decadência e inactividade, à semelhança do que aconteceu noutros países, os poucos ex-libristas que resistiram mantendo a chama acesa, conseguiram, em 2000, a convite da FISAE, levar ao Congresso de Boston três colecções de ex-líbris mexicanos. A isso seguiu-se a publicação, em 2001, do livro de Selva Hernández Lopez & Mercurio Lopez Casillas, Ex libris Mexicanos, Artistas del siglo XX pela editorial RM.
Finalmente, todo este esforço conduziu à oficialização da Associação Mexicana de Ex-Líbris (Asociación Mexicana de Ex Libris ) em 2004 e ao lançamento de um Portal na Net - - MEXLIBRIS (em Espanhol) e à organização em conjunto com a American Society of Bookplate Collectors & Designers do I Congresso Inter Americano de Ex-Líbris (First Inter American Ex Libris Congress, San Miguel 2009), em 25-28 de Fevereiro de 2009, em San Miguel de Allende, Guanajuato, México.
A Asociación Mexicana de Ex Libris está de parabéns por estas iniciativas.