segunda-feira, outubro 10

Os ex-líbris da família Bulwer-Lytton



Sir William Earle Lytton Bulwer, (1799-1877), de Heydon Hall, Norwich


Embaixador no Império Otomano. Filho do General William Earl Bulwer (1757 – 1807), de Heydon Hall, Norfolk, Colorel do 108º Regimento, conhecido pelo nome de Norfolk Rangers, e de Elizabeth Barbara Warburton-Lytton (1798 – 1843), filah de Richard Warburton-Lytton (1745-1843), de Knebworth House, no condado de  Hertfordshire.

Casou com  Emily Gascoyne, filha do General Gascoyne.

F. 4330

Usou outro ex-líbris heráldico (F. 4329), num escudo esquartelado: 1. Bulwer; 2. Earle; 3. Wiggett; 4. Lytton, (J. Warwick, 145 Strand).

Teve dois irmãos igaulmente famosos: 

(William) Henry Lytton Earle Bulwer, 1º Barão Dalling e Bulwer, GCB, PC (1801–1872) um político Liberal Britânico, diplomata e escritor.
Protegido de Lord Palmerston foi sucessivamente nomeado como adido em Berlim (1827), Viena (1829), na Haia (1830) e em Paris (1832-33). Eleito Membro do Parlamento por Wilton 1830, Coventry 1831-35 e Marylebone 1835-37. De volta ao serviço diplomático foi nomeado encarregado de negócios em Bruxelas em 1835-37, Secretário de Embaixada em Istambul 1837-38, Secretário de Embaixada em Paris  em 1839-43, Ministro-Plenipotenciário e Enviado Extraordinário em Madrid, 1843-48, em Washington, 1849-52 e, em Florença em 1852-55.
Finalmenta em 1858 foi nomeado Embaixador Extraordinário em Istambul cargo que exerceu até 1865. Casou com a Hon. Georgiana Charlotte Mary Wellesley filha do 1º barão Cowley e sobrinha de Sir Arthur Wellesley, 1º Duque de Wellington.
Veja-se F. 4333 ex-líbris heráldico anónimo.

E, o mais novo, Lord Edward George Earle Bulwer-Lytton (1803-1873), novelista, poeta, autor de peças de teatro e político, 1º baraão Lytton of Knebworth.

O filho deste último também usou ex-líbris:

Lord Edward Robert Bulwer Lytton (1831-1891) 2º Barão Lytton, 1º. conde de Lytton
cr. Visconde Knebworth, of Knebworth (1873), no condado de Hertford, e 1º conde de Lytton (1880), no condado de Derby.



Filho de Lord Edward George Earle Bulwer-Lytton (1803-1873), aciam citado e de Rosina Doyle Wheeler (1802 – 1882), filha de Francis Massy Wheeler e de Ms Doyle. Conhecido como Edward Lytton Bulwer até 1837, data em que recebeu o título de cavaleiro, foi considerado como um dos melhores escritores do seu tempo.

Lord Robert Lytton casou com Edith Villiers (1841-1936), filha de Edward Villiers e de Elizabeth Liddell, Lady-in-Waiting das Rainhas Vitória e Alexandra e sorbinha de Lord Clarendon.

Em 1886 Lord Lytton foi Secretário da Legação Britâncica em Lisboa onde regressou em 1874 como Ministro Plenipotenciário. De 1876 a 1880 foi Vice-Rei e Governador-Geral da Índia nomeado por Disraeli e em 1887 foi nomeado Embaixador em França, cargo que exerceu  até á sua morte em 1891.
F. 19016

Agradecemos ao Senhor Anthony Pincott, da Bookplate Society por me fornecer a imagem deste ex-líbris, conhecido em colecções portuguesas dada a sua ligação a Portugal.
Bibliografai: E. Neill Raymond, Victorian Viceroy: The Life of Robert, the First Earl of Lytton, Regency Press, 1980; Aurelia Brooks Harlan, Owen Meredith: A Critical Biography of Robert, First Earl of Lytton, Columbia University press, 1946; Edward Robert Bulwer Lytton Lytton, The Poetical Works of Owen Meredith (Robert, Lord Lytton), T. Y. Crowell, 1884

Sem comentários: